OFICINAS 2o ARRANHA-CÉU

Aproveitando os artistas que vêm de diferentes partes do mundo, com pesquisas variadas nas artes circenses, o Galpão Instrumento de Ver, na Vila Planalto,  irá receber as oficinas

 
ac_of_leo.jpg

Ateliê Performativo

Rede Social, Acropoesia, Cotidiano e Equilíbrios

com Leonardo Shamah - Andaime Cia de Teatro (BSB-SP) | 10 e 12/12 19h às 21h | R$100

Ateliê de criação, invenção e performance em redes sociais com baixo custo. Compartilhamentos de conceitos e procedimentos no encontro entre artes(teatro, circo, dança, performance) e comunicação digital (foto, texto, áudio, vídeo, rede social e audiovídeo). Desvendamento de uma poética caseira e elaboração de modos de existência.

Leonardo Shamah é ator, professor, diretor de teatro e performer. Integrante da Andaime Cia de Teatro (DF), onde pesquisa sobre improviso, processos de criação coletivos, intervenções urbanas, espacialidades para a cena e interdisciplinaridade artística. Conduz pesquisa individual voltada para Procedimentos de Criação e Invenção, Poéticas Relacionais com o Público, Poéticas do Cotidiano e Espacialidades para a elaboração de Teatros Performativos e Arte do Movimento.

ac_of_traqpeziofixo.png

Trapézio Fixo

com Sofia Galliano - Cia Nido (Uruguai/ Argentina) | 13/12 14:30 às 17:30 | R$90

Tendo o mesmo eixo de trabalho, será transmitido para cada um dos participantes progressões do trabalho técnico de acordo com a sua experiência. Os principais objetivos do workshop são: aprofundar o estudo da técnica e obter maior consciência do nosso corpo. Sabendo disso, aceitando-o e reconhecendo suas possibilidades e seus limites, para poder trabalhar neles, abrindo novos caminhos. Todos os níveis técnicos.

Artista circense, especializada em trapézio fixo e suspensão capilar. Egressa da Escola Municipal de Artes Urbanas de Rosario (EMAU) como Intérprete nas Artes do Circo. Formada em dança contemporânea (flying low, passing through e improvisação) com docentes argentinos e internacionales. Aprofundou-se em en Alongamento, Flexibilidade e Contorção em Buenos Aires com Elida Galli. Em 2014 co-fundou Cía. Nido onde criou: “Con su función a cuestas”, “Circo Lautrec” e “Antes Crudo”, apresentando-se em teatros e espaços não convencionais de diferentes partes de Argentina, Uruguai e Chile.

ac_of_acrodanca.png

Acrodança

com Marina Collares e Ronan Lima - Cia Delá Praká (RJ-FRA) | 12 e 13/12 9h às 12h | R$180

Investigação das diferentes possibilidades de mesclar a dança contemporânea com a acrobacia, buscando conexões fluidas, minimizando o esforço e aproveitando o fluxo natural do movimento de maneira orgânica. Técnicas utilizadas: dança contemporânea, capoeira e acrobacia. Objetivos:

Apreender a entrar e sair de um movimento acrobático com suavidade. Explorar a transferência de peso utilizando diferentes partes do corpo como apoio. Minimizar o esforço utilizando o peso do corpo e o movimento espiral. Despertar o centro (região abdominal) e utilizar-lo como motor do movimento. Aprender a entrar e sair do chão com suavidade. Pré requisito: Ter noções básicas de dança ou de acrobacia.

Ronan Lima iniciou a acrobacia com a capoeira e a dança contemporânea. Em 2006 se licenciou em Educação Física. Enquanto cursava a Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro – Brasil) conheceu Marina Collares, com quem criou a Cia Delá Praká. Marina Collares é bailarina. Começou pelo ballet clássico e formou-se em dança contemporânea na Faculdade Angel Vianna. Encantou-se pelo circo e ingressou na Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro - BRA). Juntos, Marina e Ronan desenvolveram uma linguagem própria fundindo a dança, acrobacia e portagem acrobáticas como veículos de expressão e diálogo. Atravessaram o oceano para continuar sua pesquisa artística, cursaram a AREA Spai de Dansa i Creció (Barcelona – España) e depois a escola Le Lido, Centre des Arts du Cirque Toulouse – França, onde especializaram-se em duo acrobático. Com a Cia Delá Praká, ganharam o mundo ministrando workshops de Acrodança e com o espetáculo «Nois Um», apresentando em mais de 14 países.

 



ac_of_experimentoCorpo.jpg

Experimento Corpo em Expansão

com Ana Maíra Favacho (São Paulo) | 14/12 14h às 18h | R$120

Explorar o corpo como acervo de memórias e manifesto de ação. Observando como se organizam e se manifestam nossas estruturas corporais, o objetivo dessa vivência é contextualizar o indivíduo e despertara potência criativa de cada um. A fim de expandir as fronteiras do corpo em relação ao tempo e ao espaço, na busca de uma linguagem autêntica, à partir de um diálogo entre o circo, a dança e o teatro. Um convite a observar, se mobilizar, atentar se aos impulsos, saborear memórias, ocupar, percorrer, compor… Como dispositivo de investigação, considero três os pilares fundamentais de sustentabilidade do corpo. Abordaremos o corpo físico, o corpo social e o corpo simbólico. Trazendo referências da dança, do circo, do teatro, do yoga, assim como estudos sobre a experiência somática vamos em busca de um universo onde a singularidade do gesto se torna o propósito artístico.

Ana Maíra Favacho é circense, trapezista, dançarina e pesquisadora. Desde miúda ela explora os caminhos da dança, passando por diferentes linhas de expressão ao longo da sua trajetória. Em 2004 foi a primeira vez que entrou embaixo de uma lona de circo, desde então trabalhou com diversas companhias brasileiras que exploram os caminhos do circo contemporâneo e desenvolvem um trabalho baseado na mistura de linguagens, como o Circo Mínimo, Cia Linhas Aéreas e Circo Roda Brasil. Durante cinco anos frequentou o Instituto Brincante, em São Paulo, teatro/escola do bailarino e multi instrumentista Antônio Nóbrega. Formada pelo Centro de Formação em Artes Circenses, em São Paulo, especializada em técnicas aéreas e no Lido - Centre des Arts du Cirque de Toulouse, na França. Cursou licenciatura em Comunicação e Artes do Espetáculo - Dança e Circo, na Universidade Federal de Toulouse. Esteve duas vezes na École des Sables, no Senegal, fundada pela bailarina e coreógrafa Germaine Acogny, considerada a mãe da dança africana contemporânea.